Será?

“As contradições nos definem e ao mesmo tempo nos desmantelam.” (Gore Vidal )

O que diz a Lei da Ficha Limpa?
Foi sancionado pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva transformando-se na Lei Complementar nº 135, de 4 de junho de 2010. Esta lei proíbe que políticos condenados em decisões colegiadas de segunda instância possam se candidatar.

Trata-se de um vigoroso instrumento legal que visa à garantia de que os mandatos eletivos, executivos ou legislati-
vos, serão exercidos por representantes do povo qualificados para a função, resguardando-se a probidade administrativa e prevenindo-se eventuais des-vios de conduta dos mandatários eleitos. Nesse sentido, a principal inovação da Lei, que alterou a legislação das inelegibilidades (LC 64/90), foi a de que a proibição de candidatura passa a ser para políticos condenados na Justiça em decisões com trânsito em julgado ou em decisão judicial colegiada.

Compartilhe nas suas redes socias!

4 Responses

  1. Indo para o Novo, o ladragnol só aumentou a quadrilha. Esse sujeito mais o marreco, devem pagar pelos crim3s cometidos contra o presidente Lula. LADRAGNOL e marreco na CADEIA.

  2. O que se tornou o NOVO, que foi fundado para melhorar a vida do cidadão por meio da gestão pública eficiente e redução do peso do Estado:
    – Em MG, único estado que governa, aumenta impostos
    – Enquanto isso, concede privilégios a grupos empresariais
    – Na Câmara, vota contra a Reforma Tributária
    – Nos diretórios, utiliza dinheiro público para remunerar dirigentes “liberais”
    – Se dispõe a filiar quem não é ficha limpa
    – Sua prestação das contas partidárias é uma das menos transparentes
    – Ataca outras instituições da República
    – Atua pensando somente nas próximas eleições
    E vê sua estratégia oportunista de obter os votos de eleitores do ex-presidente sendo rechaçada diariamente pelas lideranças bolsonaristas.
    Do NOVO original, restou apenas o nome.
    Palavras do João Amoedo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *