Ninguém ganha guerras, todos perdem

Mas eles não param porquê …

“Você perdeu o seu camelo, meu amigo
E as pessoas ao seu redor estão cheias de conselhos
Você não sabe onde o camelo se encontra,
Mas você sabe que essas indicações casuais estão erradas”.
(Poema do filósofo e poeta místico do Islã: Jalāl al-Dīn Muhammad Balkhī ou simplesmente Rumi (1207-1273)

E “SE” a resposta do Irã, contra o ataque de Israel à embaixada, ataque que foi super coreografado justamente para não matar ninguém! E “SE” matasse, o que não ocorreu: nem um gato, nem um cachorro morreu, muito menos uma ou 16 mil crianças. Mesmo assim, sem qualquer morte, o ataque foi avisado e realizado com base no artigo 51 da Carta da ONU, mesmo assim deu chance e parece que será usada pelo sionismo para uma escalada do conflito. Netanyahu, para não perder o poder, também para não ser preso, precisa continuar a guerra contra todos os seus outros vizinhos. Criou novas frentes de conflitos porque o da Palestina já deu a ele o título de genocida. Se uma palavra, verdadeira, usada por Lula e até pelos judeus antissionistas, servem para Netanyahu fazer um grande circo, esse é o caso dos drones “é a codorna no chão” que ele esperava. Os 200 drones, 100 mísseis e foguetes todos direcionados para um mesmo terreno de ferro velho, que combinaram ser o local dos ataques, para que Israel pudesse ter tempo e saber o local para derrubar as bombas ainda no ar, não pode servir de argumento de retaliação.

Netanyahu e seus parceiros sionistas, que – hoje atemorizam até os judeus de boa paz, em todo o mundo, que são contra a violência e hoje podem serem visados pelos mulçumanos mais radicais – condenam esta escalada da Israel sionista, que já matou 33 mil pessoas na Palestina, só este ano de 2024.

Mas “SE” a tia Inglaterra que criou o Tio Sam, tivesse um pintinho ela própria seria o Tio Sam – com seu “bélico pintão” – já coberto de sangue pelas bombas atômicas lançadas contra o Japão e em outras guerras que já provocou no mundo, nos últimos 100 anos. Impossível não criticar a Europa que como uma prostituta “deixou a tia Inglaterra” que tanto ganhou dentro do mesmo prostibulo (no sentido de salas fechadas onde podem combinar tudo) pular para fora da UE, deixando os outros “a ver navios”.

A “sabida tia Inglaterra”, – que espertamente pulou fora da UE definitivamente em janeiro de 2020, – apoia hoje todas as invasões de Israel, que seu irmão de criação, o Tio Sam também aprova. Ela é a mentora do domínio ianque no mundo.
A Inglaterra que é a mãe do seguro, desde que os herdeiros de Edward Lloyd, dono de uma taberna junto as docas a partir dos seus negócios para fornecer os navios, criaram o seguro.
A história do seguro começa com apostas, se um navio voltaria ou não de uma viagem ao novo mundo.
E a partir de 1607 com a criação da Colônia da Virgínia, como o ponto de partida da colonização inglesa na América a ideia dos seguros já começava a ser elaborada. Em 1696, já começava operar com os seguros marítimos, e os EUA seria em “tese o seu resseguro para o futuro”, que se confirma hoje em dia quando vemos a Tia Inglaterra mandar seus aviões abater os drones do Irã junto com seu irmão o Tio Sam para proteger o sobrinho Israel. No início do século XVIII, a própria Tia Inglaterra cria o primeiro instituto de resseguros como o nome de Lloyd’s de Londres. Um dos grandes exemplos para essa vocação foi a participação no seguro que cobriu o naufrágio do Titanic em 15 de abril de 1912.

Não podemos esquecer que após ser dividido o espólio da primeira Guerra Mundial, a Inglaterra ficou com o domínio do território da Palestina, para dar um destino aquele território. E foi o que fez, quando entregou, 28 anos depois ao estado de Israel, em 1948, como sendo uma chave que a ONU usou para fazer o documento, sob a presidência do brasileiro Oswaldo Aranha.

A PERGUNTA QUE DEVEMOS FAZER:

Quem deu este poder para a ONU criar um novo Estado no mundo se ela: é a apenas uma organização intergovernamental com intuito de alcançar a paz mundial e desenvolver os direitos humanos? Nem todos os ´países do mundo são por ela reconhecidos ou associados!

Emais; Se a ONU pode criar um novo “estado-nação”, como fez com Israel, ela também pode cassar os que existem?

E mais; Em 1929: O Tratado de Latrão foi assinado entre o Papa Pio XI e o líder italiano Benito Mussolini declarando a Cidade do Vaticano como um Estado independente que se tornou o menor país do mundo. Segundo entendimento geral o Vaticano existe enquanto entidade político-administrativa de soberania da Santa Sé e, por essa razão, é reconhecido como um Estado, ainda que classificado como Estado soberano anômalo. Mas não participa da ONU!

E mais; “O Estado de Israel surgiu a partir de décadas de lobby e de campanhas imigratórias promovidas pelos defensores do sionismo, que é um movimento que defendia a criação de um Estado judeu na Palestina como solução( argumento) ao antissemitismo na Europa ( Vejam que não é do mundo). Assim é a somatória do judaísmo, que é religião, e sionismo, que é a combinação da fé e do pensamento religioso com objetivos políticos. Algo semelhante com o Vaticano, que a ONU não considera ser um estado que possa votar na ONU, só observar! Que critério é este? Quem nasce em Israel é israelita ou israelense mas pode ser islamita, cristão ou de outra religião, assim não é judeu!

E mais; A Palestina tem um território (ou tinha!), tem uma capital Jerusalem é uma democracia parlamentarista (de jure) República semipresidencialista (de facto) tem presidente (hj em disputa) Mahmoud Abbas (Cisjordânia) e Aziz Duwaik (Faixa de Gaza). Por que a ONU não reconhece como estado e nem mais tem um território delimitado, porque foi saqueado em mais de 70% do que era só seu?

A propósito, este documento de “criação para o estado sionista”, nada mais é que a “garantia do contrato de aluguel ou contra partida”, que a ONU tem de pagar por ocupar nos EUA o enorme terreno de 18 acres de terra nas margens do rio East onde está a ONU. Terreno que não por acaso era um abatedouro de carne da família Rockefeller. Ou seja, um “grande batom na cueca” dos sionistas porque consta que John D. Rockefeller Jr (de origem judaica), teria doado a propriedade à administração local da cidade de Nova York e está “cedido” a ONU . Em tempo, salvo aqui os judeus ortodoxos e outros que não compactuam com essas matanças do sionismo de Netanyahu.

Quando chegam notícias do sionismo de Israel, invadindo e assassinando civis palestinos, há mais de 73 anos, não posso deixar de lembrar que estamos diante do pequeno Satã (o sionismo de Israel) que é dominando e alimentado pelo Grande Satã (que é como tratam os adversários mulçumanos mais radicais) Os Tio Sam e sua irmã a Tia Inglaterra, que são os que devem ser os contidos, se não que pelo menos que sejam para encerrarem este genocídio em Gaza.
Mas o sionismo de Israel protegido pelo Tio Sam e Tia Inglaterra, não para com a sua expansão, pois esta é a necessidade do casal satânico.
Não bastou a Guerra dos Seis Dias, em 1967, quando nessa batalha, Israel conquistou a Faixa de Gaza, Península do Sinai, Jerusalém Oriental, Cisjordânia e as Colinas de Golã. Alguns desses territórios são ocupados por Israel até hoje.”

Não bastou que depois em 1982, Israel Invadiu o Sul do Líbano.

As novas gerações parecem não saber do ano de 2003, quando os EUA de Bush aliados com a Inglaterra do primeiro ministro Sir Tony Blair, ou seja “o casal de irmãos – 0 Tio Sam e Tia Inglaterra”, iniciavam a eliminação do regime de Saddam Hussein (mulçumano), alegando com mentiras, posse de armas de destruição em massa e cumplicidade nos atentados de 11 de Setembro.

Katharine Gun, britânica que trabalhando para o governo inglês vazou para a imprensa a mentira de Bush e Tony Blair, acabou perdendo o emprego, foi executada pelo MP, foi presa, processada e acusada de violar a chamada lei dos Segredos Oficiais, Depois o próprio MP desistiu do processo para não expor o governo da Inglaterra. A história dela inspirou o filme “Segredos Oficiais”. A mentira ianque e inglesa com a ocupação do Iraque, custou a vida entre 200 mil a 500 mil pessoas. Em 2006, a revista de medicina The Lancet computava 650 mil “mortes adicionais no Iraque.

Também nos EUA, sobre a Guerra do Iraque, Elizabeth Murray, 20 anos funcionária da CIA, como diretora adjunta para o Oriente Médio disse que tudo foi uma “pura ficção”, de Bush e da CIA.

E sabem por que? Foi para Bush poder ganhar a sua reeleição, continuando no poder. É o quer o Benjamim Netanyahu com as guerras e o que queria o Bolsonaro com o golpe de 8 de janeiro para não ser preso.

Assim chegamos em abril 2024, quando Israel atacou em Damasco, na Síria, a embaixada do Irã e matou três comandantes e um general chefe de inteligência do exército do Irã.

E no contra-ataque do Irã, com os drones, foguetes e misseis para não atingir ninguém – que já mencionei – e agora o mundo espera o próximo passo de Netanyahu, que poderá ser fatal para a paz no planeta.

Mas como conter “os filhos dos Rothschild e os filhos dos Rockefeller” e também de outros novos bilionários, com sua fome pelo ouro e o poder no mundo, que alimentam as guerras.

Tenho que lembrar a parábola dos perus, que poderá servir para o Netanyahu e seus comparas sionista, que não estão livres de serem abandonados pelo casal: irmão Tio Sam e Tia Inglaterra.

Os perus acham que o fazendeiro é um amigo, um benfeitor, por alimentá-los todo dia durante meses, alguns até anos, até que chega o Natal e a degola começa, para que a ceia seja farta na casa dos patrões “amigos”.

Por Guilhobel A. CamargoGazeta de Novo

Compartilhe nas suas redes socias!

Respostas de 2

  1. Esse artigo é uma aula de história para ser usada por pesquisadores, pois traz informações que são do vasto conhecimento de mundo de seu autor e com opiniões comprovadas por fatos através dos tempos!!! Perfeita referência sobre a Inglaterra e os Estados Unidos e suas buscas desenfreadas por poder, sempre direcionadas por sionistas presentes nesses dois países e com riquezas usadas para o domínio abusivo de outras nações e das guerras!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *