A secessão dos países por muros, cercas e militares

A secessão de países por meio de muros, cercas e presença militar é um tema que não me traz nenhum prazer ao escrever, mas é algo que tem ocorrido no mundo desde 1947, o ano em que nasci. Mesmo estando distante das guerras, muros e cercas que separam pessoas, estou muito próximo das notícias que chegam pela internet sobre conflitos e guerras. Essas notícias chegam até nós em poucos minutos, a ponto de quase ouvirmos o barulho das bombas e os lamentos daqueles que sofrem com a perda de seus entes queridos.

1º – Divisão das Duas Coreias em 1948:
EUA X URSS
Em 1948, quando a Guerra Fria estava em pleno curso, com os EUA e a URSS competindo pelo domínio global, a península coreana foi dividida em duas partes. A Coreia do Norte foi apoiada pela URSS, enquanto a Coreia do Sul recebeu apoio dos EUA. O conflito entre as duas Coreias tornou-se um símbolo da divisão ideológica e militar, destacando o papel dos EUA na criação de fronteiras e tensões.

2º – Construção do Muro de Berlim em 1961:
EUA + REINO UNIDO + FRANÇA + ALEMANHA OCIDENTAL X ALEMANHA ORIENTAL + URSS
Em 1961, o Muro de Berlim foi erguido, separando Berlim Oriental e Ocidental. Este muro se tornou uma manifestação física da Guerra Fria e da divisão da Alemanha. Os EUA, juntamente com o Reino Unido, França e Alemanha Ocidental, desempenharam um papel importante nesse evento, refletindo a influência dos Estados Unidos na geopolítica europeia. Quando o Muro de Berlim foi derrubado em 1989, um grande número de pessoas correu para o lado capitalista, o lado ocidental.

3 – Muro entre Israel e Palestina em 1967:
EUA + ISRAEL X PALESTINA + ÁRABES
O conflito entre Israel e a Palestina tem raízes profundas, e os EUA desempenharam um papel significativo no apoio a Israel, fornecendo dólares e armas. A construção do muro entre Israel e a Palestina em 1967, durante a Guerra dos Seis Dias, levanta questões sobre a intervenção dos EUA no Oriente Médio e seu impacto na busca por uma solução pacífica. Neste sábado (7/10/2023), centenas de homens armados do grupo palestino Hamas se infiltraram no sul de Israel a partir da Faixa de Gaza em um ataque surpresa em retaliação às constantes invasões de Israel em seu território. Dos 54% que a ONU entregou a Israel em 1947, ele avançou para mais de 80% do território, que originalmente pertencia ao povo palestino. Hoje, depois da invasão do Hamas e dos disparos de milhares de foguetes vindos de Gaza, que deixaram centenas de mortos em ambos os lados, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou que o país “está em guerra”. Passaremos este final de semana recebendo ainda mais notícias terríveis deste conflito, que pode tomar proporções inimagináveis. Cogita-se que o “Eixo de Resistência” contra Israel, que inclui a Síria, o Hamas (que atacou Israel hoje) e o grupo xiita libanês Hezbollah, possam participar do conflito, pois o Irã já declarou seu apoio aos ataques realizados por milicianos palestinos neste sábado (7), contra o Estado judeu. O aiatolá Ali Khamenei mandou dizer hoje que Teerã estará ao lado dos palestinos “até a libertação de Jerusalém”.

4 – Muro entre EUA e México em 1990:
EUA X MÉXICO + LATINO-AMERICANOS
Os muros e cercas ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México estão cheios de guardas para conter os contrabandistas de pessoas que recrutam motoristas para a rede de imigração clandestina. O debate sobre o muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México tem sido uma questão altamente controversa e complexa. Este muro foi construído ao longo dos anos com o argumento de conter a imigração ilegal e o tráfico de drogas. No entanto, é importante considerar os diversos aspectos envolvidos nessa discussão, incluindo o fato de que este território foi tomado pelos EUA, pois originalmente pertencia ao México. As regiões conquistadas pelo Tio Sam incluem inteiramente os atuais estados da Califórnia, Nevada, Texas e Utah, bem como todo o estado de Novo México e partes dos estados do Arizona, Colorado e Wyoming. É importante salientar que, quando se trata de dinheiro, ambos os países fazem vista grossa, uma vez que os EUA são o maior parceiro comercial do México, que, por sua vez, é o terceiro maior parceiro comercial dos Estados Unidos. A administração do presidente Trump defendeu a expansão do muro, enquanto a administração do presidente Joe Biden optou por parar sua construção. A decisão sobre o muro continua sendo um tema de debate nos Estados Unidos, com argumentos a favor e contra, e diferentes opiniões sobre sua eficácia na abordagem dos desafios relacionados à imigração e segurança nas fronteiras. O ponto mais crucial é que o muro não vai deter o tráfico de drogas, já que elas também entram nos EUA por vias navais e aéreas, e as condições de falta de oportunidades para as populações de vários países da América Central e do Sul são o cerne do problema. Neste momento em que escrevo este texto, a administração Biden está deportando venezuelanos na tentativa de conter o recorde de travessias na fronteira EUA-México.

5 – Conflito entre Rússia e Ucrânia em 2022:
EUA + OTAN + ONU + PAÍSES EUROPEUS X RÚSSIA e fortes aliados asiáticos
É possível que muito em breve seja construído um muro entre Ucrânia e Rússia. A partir de 2022, ano do início da guerra, ficou mais evidente que as disputas entre o Ocidente, liderado pelos EUA com a OTAN e países europeus, e a Rússia, com o apoio de fortes países asiáticos, estão reacendendo o que foi a Guerra Fria, com os EUA de um lado e a Rússia (antiga URSS) do outro. Para encerrar, faço minhas as palavras de Cícero: “Prefiro a paz mais injusta à mais justa das guerras”

Por Guilhobel A. Camargo – Gazeta de Novo

Compartilhe nas suas redes socias!

5 respostas

  1. Excelente matéria. Explicativa em todos os aspectos. Não vou me alongar, porque hoje é um dia triste. IsraHell vai ser sempre um estado C0v4rde e terrorist4. Muros são a decadência do ser humano. Parabéns amigo Guilhobel. Apesar da sua posição pro Palestina, manteve a ética e a lucidez de nos informar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *